• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Brasil cai no Grupo da Morte e sofre com mudança na tabela no Mundial

 Brasil cai no Grupo da Morte e sofre com mudança na tabela no Mundial
Digiqole ad

Dono da melhor campanha do Mundial da Polônia, com nove vitórias em nove jogos, o Brasil terá Polônia e outra vez a Rússia em seu caminho por um lugar nas semifinais. Os adversários foram definidos após um sorteio, realizado ao término da rodada deste domingo. Do outro lado, a França, primeira de sua chave, jogará com Alemanha e Irã.

Embora tenha avançando em primeiro e comemorado o fato de não precisar mudar de cidade, a seleção terá que fazer as malas. Deixará Katowice para jogar em Lodz, porque já havia sido definido que o time anfitrião teria obrigatoriamente que atuar naquela cidade. A tabela indicava que não seria possível cair dois segundos colocados no mesmo grupo. No entanto, a chave dos tricampeões mundiais conta com os dois. O regulamento também previa que teriam a vantagem de fazer jogos alternados. O que foi mudado. Assim, o primeiro compromisso do Brasil será contra os poloneses, na terça-feira. No dia seguinte, estará novamente em quadra para reencontrar os russos, atuais campeões olímpicos. As partidas serão às 15h15 (de Brasília).

A competição teve início com 24 equipes, divididas em quatro chaves. Duas ficaram pelo caminho ao término da primeira fase. Na seguinte, representantes do Grupo A cruzaram com os do D, e os do B (do Brasil) com os do C. Os 16 times levaram os resultados da etapa inicial, descartando apenas os que conseguiram diante das eliminadas. Para a terceira fase, avançaram os três melhores de cada grupo, que disputarão dois triangulares. A pontuação será zerada e apenas dois de cada lado avançarão para as semifinais.

– Vencemos a Rússia, mas não valeu nada, foi só para mostrarmos um bom padrão de jogo. Agora é só pedreira. Temos que descansar e tentar recuperar todos. Não sabemos se foi a escolha certa jogar com todos. Houve contusões dos dois lados, por culpa de um campeonato massacrante como este. Mas não adianta chorar o leite derramado. Temos que manter o foco e a concentração. Fizemos bons testes contra equipes fortes. Agora vamos começar do zero, com a faca nos dentes – disse Bruninho.

 

Crédito: Globo

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat