• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Bellucci luta, mas não segura Wawrinka nos Estados Unidos

 Bellucci luta, mas não segura Wawrinka nos Estados Unidos
Digiqole ad

Thomaz Bellucci lutou, suou, brigou, mas não conseguiu conter o quarto melhor tenista do mundo, o suíço Stan Wawrinka, pela segunda rodada do Aberto dos Estados Unidos. Bellucci (91º) foi derrotado em quatro sets, com parciais de 6/3, 6/4, 3/6 e 7/6 (7-1), em 2h40 de jogo.

Pela terceira rodada do torneio, Wawrinka irá enfrentar o esloveno Blaz Kavcic (92º), quem já enfrentou no ano passado, no ATP de Casablanca (MAR). No único embate entre ambos, vitória do suíço por 2 sets a 1 (4/6, 6/2 e 6/1).

Agora, as chances de título do Brasil no Aberto dos Estados Unidos, o último Grand Slam do ano, ficam nas duplas. Nesta quinta-feira, Bruno Soares e o austríaco Alexander Peya entram em quadra, para encarar os argentinos Maximo Gonzalez e Diego Schwartzman, enquanto Marcelo Melo e sua dupla, o também austríaco Ivan Dodig, enfrentam os americanos Steve Johnson e Sam Querrey.

O jogo

Bellucci conseguiu encaixar seu saque nos primeiros games do jogo, forçando devoluções erradas de Wawrinka. Ainda assim, o brasileiro seguia errando muito, o que deu a chance de quebra para o suíço no sexto game da parcial, vencida por Wawrinka em nove games.

No segundo set, Bellucci começou sacando mal e já cedendo uma quebra logo no primeiro game. O brasileiro conseguiu se equilibrar novamente no jogo e confirmar seus serviços seguintes, mas não foi o suficiente para conter a vitória de Wawrinka por 6 a 4.

A parcial seguinte começou com Bellucci lutando para manter seu serviço. Esse panorama mudou no quarto game, quando o brasileiro conseguiu uma bela quebra e passou a liderar o set por 3 a 1. Errando muito, Wawrinka passou a ceder pontos fáceis à Bellucci, inclusive uma nova quebra, no sexto game.

Sacando para o set, Bellucci se mostrou nervoso, não conseguindo confirmar seu saque. Wawrinka voltou “mordido” com a distância aberta pelo brasileiro, e a reduziu para 5 a 3. Ainda assim, não foi o bastante para segurar o bom momento de Bellucci, que fechou a parcial em 6 a 3.

No set final, só os dois primeiros games já duraram um terço do primeiro set inteiro. No terceiro, uma quebra de zero de Bellucci, que jogava um tênis fino, enervando Wawrinka, que seguia errando muito.

Bellucci seguiu forte, alternando força e técnica, e abriu 3 a 1 no set. Em vários momentos do jogo, o suíço parecia cobrar a si mesmo, ciente que não atuava como um Top 4 do mundo. Isso deu resultado, já que no sexto game, o suíço devolveu a quebra, após um erro do brasileiro.

Após sofrer a quebra, Bellucci mostrou ter sentido o mau momento no jogo, caminhando de cabeça baixa e cometendo erros bobos. Ainda assim, conseguiu confirmar seu serviço, empatando a parcial em quatro games.

Wawrinka voltou a sacar bem, fechando seu segundo serviço de zero. Com isso, foi a vez de Bellucci sacar para sobreviver na partida. Recuperando uma desvantagem de 15-40, o brasileiro conseguiu virar o game e empatar o set em cinco.

Confirmando seu último serviço regular de zero, Bellucci empatou a parcial em 6 a 6 e levou o set ao tiebreak. Nele, Wawrinka começou muito bem, com duas mini-quebras, abrindo 3 a 0. Em dois momentos do set, o árbitro de cadeira corrigiu duas marcações contra Bellucci, que não tinha mais desafios para utilizar.

Visivelmente abatido após as duas bolas “tiradas”, Bellucci conseguiu marcar apenas um ponto no desempate, vendo Wawrinka conseguir quatro match points e matar o jogo já no primeiro, com 7 a 1 no break.

 

Crédito: Terra

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat