• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Áudios: transportadoras são flagradas tentando passar leite com larvas para cooperativas

 Áudios: transportadoras são flagradas tentando passar leite com larvas para cooperativas
Digiqole ad

Depois de prender seis pessoas na oitava fase da Operação Leite Compen$ado, o Ministério Público divulgou, nesta quarta-feira, o teor de interceptações telefônicas, autorizadas pela Justiça, que ajudaram a comprovar a fraude na região norte do Estado.

O esquema começou a ser investigado quando escutas, realizadas no ano passado, revelaram a presença de larvas no produto que era entregue pela Transportes Odair Ltda, empresa investigada na ofensiva e que teve o dono, Odair Melati, preso em casa, no município de Campinas do Sul.

Em uma delas, uma funcionária de uma cooperativa liga para o responsável do local e diz que encontrou larvas dentro de um tanque deixado por Melati e que vai dispensar as análises porque o produto está podre.

— Viu, deixa eu te contar uma história… Vieram duas amostras aqui da 17 do Melati que está puro bicho dentro do leite, de podre que está o tanque. As amostras vieram com bicho no potinho, bichinho branco. Olha, não era nem de analisar esse leite, era de condenar. Os três tanques estão assim. E isso é de não lavarem né? O tanque por dentro está todo amarelo. Tem uns bichos no potinho também — diz a funcionária.

O responsável pelo laboratório da cooperativa nega o leite com larvas e diz que vai até o local para conferir de perto da situação. Depois, em outra escuta, ele liga para o dono, que manda devolver a carga estragada para Melati. Odair, então, entra em cena e aceita a sugestão de um funcionário que diz para “esperar” e descarregar o leite estragado sem que ninguém perceba.

— Vamos fazer o que agora? Teu caminhão está aqui com o tanque cheio por que vão botar fora. Tem que esperar ver se o cara vai embora e se vão conseguir descarregar, né?

Em uma outra interceptação telefônica, um outro funcionário de Melati conversa com o dono de uma cooperativa da região e explica a situação dos tanques com larvas, tentando minimizá-la para não perder a carga.

— O caminhão do Melati, o tanque um e dois estão cheios de larvazinha. Mas não é internamente, é tudo externamente. Só que elas foram para dentro do leite. Estou combinando dois tanques. Ele (Odair) me ligou e já disse que o tanque está limpinho, brilhoso. O problema é naquele suporte que fica embaixo do tanque. Aí os bichos sobem tudinho e caem dentro do leite — diz o funcionário da Transportes Odair.

A partir destas escutas, o MP passou a investigar a transportadora e a Coopasul, que recebia o leite estragado e adulterado. Em seguida, descobriram a adição água, sal, açúcar e outros componentes para aumentar o volume do produto.

Foto: Diogo Zanatta / Especia

 

Crédito: http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/noticia/2015/05/audios-transportadoras-sao-flagradas-tentando-passar-leite-com-larvas-para-cooperativas-4759806.html

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat