• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.7828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Apesar de aumento da área plantada, safra de grãos 2011/2012 deve ser menor

Digiqole ad

A estimativa de área plantada com grãos no país na safra 2011/2012 é 51,68 milhões de hectares, de acordo com o oitavo levantamento feito pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e divulgado nesta quinta-feira. A área é 3,6%, ou 1,81 milhão de hectares, maior do que a plantada na safra anterior, 49,87 milhões de hectares. Apesar desse aumento, o volume colhido deve ser 160,06 milhões de toneladas, uma queda de 1,7% em relação ao ciclo 2010/2011, que atingiu o recorde de 162,8 milhões de toneladas.

Segundo a Conab, o principal motivo da queda de produção foram as condições climáticas desfavoráveis, principalmente no período entre 15 de novembro de 2011 e 15 de janeiro deste ano. A estiagem na Região Sul e em parte do Sudeste, além do sudoeste de Mato Grosso do Sul, afetou as lavouras de milho e soja, os dois principais produtos em volume plantado.

As culturas que cresceram em área foram as de milho e soja. Arroz e feijão sofreram redução de área plantada. De acordo com a Conab, o feijão, a queda se deve a problemas de comercialização, à estiagem no Nordeste e a preços baixos. No caso do arroz, a redução ocorreu por falta de água nos reservatórios, aumento do custo de produção e também preço pouco atrativo aos produtores.

A Conab informou ainda que “a estiagem castiga a produção em geral” no Semiárido do Nordeste e a queda na produção deve chegar a 40%, o que representa uma redução de 1,24 milhão de toneladas de grãos, principalmente milho e feijão.

Café deve bater recorde

A safra 2012 de café deve chegar a 50,45 milhões de sacas de 60 quilos, resultado é 16% maior que o da safra anterior (43,48 milhões de sacas) e supera o recorde do ciclo 2002/2003, quando foram produzidos 48,48 milhões de sacas. Segundo a Conab, o aumento da produção se deve principalmente à alta bienalidade, já que a cultura do café se caracteriza pelo revezamento de um ano de alta produção com outro de produção menor, e ao investimento realizado pelo produtor na lavoura. Na comparação com 2009, último ano de alta bienalidade, a safra atual deve crescer 4,09%.

O café arábica deve representar 75,6% da produção, com 38,13 milhões de sacas. Minas Gerais é o maior produtor, com 26,34 milhões de sacas. A safra de café conilon tem o Espírito Santo como principal produtor, com 9,36 milhões das 12,31 milhões de sacas produzidas no país.

A área plantada com o produto cresceu 3%, passando de 2,278 milhões de hectares em 2011 para 2,346 milhões, um aumento de 68 mil hectares. Minas Gerais tem 1,219 milhão de hectares plantados com café e o Espírito Santo, 492 mil hectares. A pesquisa foi realizada entre os dias 15 e 28 de abril com visitas dos técnicos da Conab aos estados produtores.

 

Crédito: Agência Brasil

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat