• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Alunos do Irmão Getúlio: Um novo muro, um novo olhar

Digiqole ad

A turma 331, terceiro ano, do Ensino Médio do Instituto Estadual de Educação Irmão Getúlio, buscando uma inovação e uma maneira de chamar a atenção dos jovens para combater o vandalismo, elaborou um projeto na disciplina de Literatura.

O referido projeto enfatiza a valorização da cultura, a arte, a poesia e a música com o objetivo de combater a pichação, despertando assim, a conscientização dos jovens para estes temas.

A proposta surpreendeu a todos. Alunos, professores e membros da comunidade vacariense pararam para ler e ver o que tem no muro de uma residência localizada na Rua 3 de Dezembro, bem em frente ao educandário.
O resultado? Até hoje o muro com a arte permanece intacto!
O grupo de alunos iniciou a pintura no domingo, dia 1º e terminou no dia 2 (feriado de finados).

Para a realização dessa obra, os alunos pintores contaram com a ajuda da professora de Literatura, Maria Helena Pires, do pintor André, e da proprietária da residência, Antonieta Bernardi.

A coordenação do projeto ficou por conta da aluna Alethéia Hori. Para ela, o projeto deve ter continuidade. “Espero que assim como nós, outras pessoas abracem esta causa social e enriqueçam de cultura a nossa cidade”, disse Alethéia.

O ato da pichação é considerado crime ambiental pela Constituição Federal no Artigo 65, com pena que varia de três meses a um ano de reclusão além de multa. “Este projeto da Escola Irmão Getúlio, é no sentido de evitar a depredação do patrimônio público por vândalos que insistem em pichar”, disse a diretora do educandário Maria Cristina Guazzelli.

Conforme a professora, Italvina Bernardete Mesacasa, coordenadora pedagógica da Escola Irmão Getúlio, desenvolver essa visão critica da realidade e trazendo-a para a sala de aula como uma reflexão propositiva é algo essencial. “Iniciativas como essa, que promovem discussões sobre temas locais e globais, engrandecem a todos, tanto a escola como a comunidade onde ela está inserida”, disse ela.

 

Crédito: Adelar Gonçalves

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat