• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.7828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Alerta de estiagem: probabilidade de La Niña está acima de 70%

 Alerta de estiagem: probabilidade de La Niña está acima de 70%
Digiqole ad

O governo do Estado divulgou nesta terça-feira (12) que o Conselho Permanente de Agrometeorologia Aplicada do Estado do Rio Grande do Sul (Copaaergs) trabalha com a grande possibilidade do efeito meteorológico La Ninã, caracterizado por produzir estiagens na região Sul, ocorrer ainda em 2021. Segundo o governo, os modelos de previsão do International Research Institute for Climate and Society (Iri), utilizados pelo Copaaergs, apontam para probabilidade acima de 70% de que as condições de La Niña se iniciem durante a primavera de 2021 e permaneçam até o verão 2021/2022.

O fenômeno La Niña é um evento climático que ocorre quando as águas do Oceano Pacífico esfriam, desencadeando em uma sucessão de efeitos climáticos nas cinco regiões brasileiras.

Segundo o governo estadual, o prognóstico climático para este outubro indica redução da chuva e aumento da temperatura diurna, o que produz aumento da evapotranspiração, especialmente na segunda quinzena do mês. Para novembro, os modelos também apontam para redução de chuva, com predomínio de noites mais frias e dias mais quentes, padrão característico de períodos muito secos. Para dezembro, são esperados padrões de chuva e temperaturas mais próximas da média climatológica.

Em setembro, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) já havia alertado para a possibilidade dos efeitos do La Ninã começarem a ser sentidos no último trimestre do ano.

Na ocasião, o órgão destacou que a tendência para o quarto trimestre do ano é que o volume de chuvas supere a média histórica em boa parte das regiões Centro-Oeste e Norte do país, mas fique abaixo da média na Região Sul e em partes de São Paulo e de Mato Grosso do Sul, principalmente durante os meses de outubro e novembro, período em que a irregularidade das chuvas tende a ser maior.

Já para a Região Nordeste, a previsão para a primavera indica chuvas iguais ou superiores à média histórica, com exceção de algumas localidades do sudeste do Piauí e do norte da Bahia, onde a precipitação pode ser abaixo da médica histórica da estação.

 

Com informações do portal O Sul

Digiqole ad

Relacionados

Open chat