• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.7828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Advogados preveem dificuldade para reversão da pena do Grêmio

 Advogados preveem dificuldade para reversão da pena do Grêmio
Digiqole ad

Com pelos menos duas décadas de experiência em julgamentos no STJD, os advogados João Zanforlin, do Corinthians, e Domingos Moro, do Corinthians, preveem dificuldades para que o Grêmio consiga reverter a pena no julgamento. Fatores como o elogio do presidente Joseph Blatter, da Fifa, à exclusão, e o reduzido tempo para que a tabela da competição seja refeita pesam contra o clube.

_ A tese do Grêmio é defensável. Até onde um torcedor é vinculado ao clube? Se a injúria partisse de um diretor ou de um conselheiro, a condenação seria mais justa _ entende Zanforlin._ Mas o processo tornou-se mais difícil depois que Blatter aprovou a exclusão. Pela repercussão, a decisão que se encaminha é a manutenção da pena.
Domingos Moro elogia a tese jurídica do Grêmio, segundo a qual a perda de pontos é o que prevê o artigo 243 -G Acredita que numa discussão mais ampla, como hoje, ela poderá vingar.

_ O tribunal sabe que o caso exigia uma resposta. Mas essa resposta também pode ser a perda de mando de campo, algo mais condizente com o fato. Tudo é possível num julgamento. Depois do caso Petros (pena revertida de 180 dias para três jogos), ficou muito ruim a posição do STJD. O tribunal tem que ser repensado _ avalia Moro.
Sua preocupação é com o fato de a primeira rodada das quartas de final ser realizada já na próxima semana, tendo Botafogo e Santos, no Maracanã, como uma das partidas. Por isso, ele diz não entender porque o Grêmio festejou o adiamento do julgamento de 19 para 26 de setembro.

_ Acho que ficará muito em cima para a CBF fazer qualquer alteração _ afirma.

 

Crédito: ClicRBS

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat