• TEL: (54) 3231.7800 | 3231.2828 (PEDIDOS DE MÚSICAS)

Acordo com operadora de celular evita prejuízos a agricultores de Vacaria

Digiqole ad

Os produtores rurais de Vacaria não serão mais cobrados de forma indevida em suas contas de telefone celular. A definição surgiu após negociação entre o promotor de Justiça que atua na Comarca, Luís Augusto Gonçalves Costa, e representantes da empresa de telefonia celular Vivo.

Em março, o MP de Vacaria recebeu abaixo-assinado de centenas de agricultores da região norte da cidade. Eles estavam pagando deslocamento nas ligações de celulares em chamadas efetuadas dentro da propriedade para outros telefones da área 54. O sinal que estava chegando às residências era o 49, de Santa Catarina. Assim, as contas telefônicas ficaram altas, devido ao deslocamento interestadual indevidamente cobrado.

Luís Augusto Costa informou à empresa a situação. Após, o Promotor e representantes da Vivo fizeram diversas inspeções nas propriedades, quando foi constatado o problema, que seria causado por questões climáticas e geográficas. A Vivo se comprometeu a não cobrar o deslocamento nas chamadas locais dos telefones da área 54 quando forem utilizadas as antenas da fronteira do lado de Santa Catarina e em ligações interurbanas em que seja utilizado o número da operadora.

O Promotor de Justiça acredita que, com isso, a situação está resolvida. “O fim da cobrança indevida deve ajudar na melhora das condições de vida desses produtores rurais, que estão tão longe do perímetro urbano, mas contribuem decisivamente na produção dos alimentos que chegam em nossas casas diariamente”, enfatizou Luís Costa.

 

Crédito: MP

 

Digiqole ad

Relacionados

Open chat